INTERNACIONAL

Twitter dá início a nova perseguição. Desta vez, o alvo é Jair Bolsonaro

15/01/2021
► MIDIA
No início desta noite, o Twitter limitou uma postagem de Jair Bolsonaro, que mencionou o “tratamento precoce” contra a Covid-19 em uma mensagem enviada ao povo brasileiro.

A rede social declarou que a postagem do chefe do Executivo violou as regras da plataforma “sobre a publicação de informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à Covid-19”.

“No entanto, o Twitter determinou que pode ser de interesse público que esse Tweet continue acessível”, acrescenta a mensagem, seguida de um botão para visualizar o que Bolsonaro escreveu.

Após banir Trump, Jack Dorsey já havia ameaçado banir outras pessoas dizendo que o ‘cancelamento’ do presidente-norte americano era ‘só o começo’.