POLÍTICA

POR QUE O PRESIDENTE NÃO REAGE?

Diante da crise institucional deflagrada pelo Supremo, com a usurpação dos poderes – judiciário invadindo prerrogativas do presidencialismo – imposição da censura e a evidente constatação que os ministros da Alta Corte são da ideologia esquerdista – não há o que discutir.
A pergunta dos bolsonarisas perplexos é – por que Bolsonaro não pede as Forças Armadas, direito LACRADO no art 142 garantidor da Lei e da Ordem?
Isso jamais seria um golpe na Democracia, porque legalmente estamos nela – ao eleger legitimamente dentro de todos os parâmetros legais um presidente conservador.
Talvez o estudo da História Política do Brasil, nos dê um rumo ao entendimento.
O ministro do Exército na época de Geisel – general Frota foi contra a Anistia, que tanto queria o “sombra” do governo , outro general, Golbery do Couto e Silva.
Frota foi vencido e saiu queimando fogo ao publicar 98 comunistas incrustrados em governos estaduais, ministérios e entidades de Estado. Como terceiro nome da lista estava Dilma Roussef.
A Ampla , Geral e Irrestrita trouxe de volta à ativa todos os comunistas – dos ideológicos livrescos ao terroristas.
Estas sementes foram plantadas, repassadas e hoje ninguém garante que as F.A representam, em sua integridad, a Democracia Plena, tal qual está em princípios pétreos da Constituição – embora haja muitas válvulas de escape à Judicialização, espertamente plantada por FHC, José Dirceu, Serra entre outros.
Conclusão – se Bolsonaro pede a legitimidade da força do Exército, será atendido ? ou será criada uma situação ditatorial, muito pior do que aquela que aí está , a cada dia, deteriorada pelas incursões espúrias dos ministros Alexandre de Moraes e Toffoli.
´Somente a resposta do povo dará solução ao Dilema criado. Quem viver, verá…
A imagem pode conter: montanha, atividades ao ar livre e natureza