POLÍTICA

FORÇAS DAS TREVAS

A única sombra


“Eleito em boa parte como efeito da Lava Jato”, diz William Waack, “Bolsonaro se sente hoje tão mais forte quanto menos dentes afiados ela tiver”.

E também:

“Bolsonaro tem de sancionar ou vetar itens da lei do abuso de autoridade, descrita pela Lava Jato como uma reação das forças das trevas que querem escapar incólumes de investigações (…).

A situação coloca o presidente como árbitro de assunto que o interessa diretamente do ponto de vista pessoal (ele acusa a Receita e o Coaf, por exemplo, de abuso), mas também dono de uma poderosa ferramenta política para enfraquecer a única sombra sobre a própria popularidade, a do ex-juiz Sergio Moro, herói da Lava Jato.”O ANTAGONISTA – LAVAJATO#