Literatura

Literatura

Guinle e o tijolo

Crônica Guinle e o tijolo :: Antonio Contente Para ser franco, acho absolutamente fascinante uma pessoa viver longos 88 anos sem nunca ter trabalhado. Principalmente se, nessa quase centenária vagabundagem, usufruiu sempre daquilo que os trabalhadores classificam como “do bom e do melhor”. Referindo-se, naturalmente, a comidas, bebidas, mas, sobretudo, belas mulheres. Até porque trabalhar, […]