BENEMERÊNCIA

Boldrini será beneficiado com o projeto social do livro “Sinto o que conto, contos que sinto”

Obra reúne histórias de mulheres, contando de forma leve, sobre episódios marcantes de suas vidas
“O amor é um sentimento que leva uma pessoa a desejar o bem da outra, é uma doação de felicidade!” Foi com esse pensamento que as autoras do livro “Sinto o que conto, contos que sinto”, resolveram realizar uma ação solidária em parceria ao Centro Infantil Boldrini. A cada venda de um exemplar, a verba será revertida para o hospital, que é referência na América Latina no tratamento do câncer e doenças sanguíneas, em crianças e adolescentes.
A obra, idealizada pela psicóloga Maria Beatriz Marinho dos Anjos, contou com a participação de nove mulheres, e reúne histórias, poemas e prosas das vidas dessas protagonistas. O objetivo é mostrar sentimentos e memórias sob diferentes olhares, relatando o que cada uma sentiu naquele episódio narrado.
Uma das autoras, Elaine Alcantara, conheceu o trabalho do hospital Boldrini através do serviço voluntário que realiza na ONG Griots, como contadores de histórias. “Como a gente sempre pensou no lado social, depois do lançamento, passamos a fazer ações solidárias, como essa com o Boldrini”, conta Elaine.
Com isso, o grupo realizou diversas ações sociais, ajudando outras instituições com a publicação, trabalhando a solidariedade e levando um pouco do sentimento das escritoras ao público. “O olhar para o outro, o voluntariado, traz para a gente um olhar transformador e contar sobre memórias marcantes é uma forma de levar mais amor as pessoas”, ressalta Elaine.
O “Sinto o que conto, contos que sinto” custa R$ 45 (+ postagem) e pode ser adquirido através das redes sociais:
Instagram: @contosquesinto
Facebook: Sinto o que conto, contos que sinto
WhatsApp: (19) 9 9271 464