Literatura

PARODIANDO CECÍLIA MEIRELLES

Neusa Leoncini

EU NÃO TINHA ESSES OLHOS TÃO CANSADOS, NEM TÃO POUCO VIGOR PARA COMEÇAR NADA. ESTA SONOLÊNCIA DE MANHÃS LONGAS E TARDES QUE NÃO TERMINAM
NÃO ME LEMBRO TAMBÉM DE CICATRIZES PROFUNDAS NA MINHA ALMA SENSÍVEL, QUE FAZ FORÇA PARA ESQUECER , MAS QUE NÃO CONSEGUE. ONDE SERÁ QUE FORAM PARAR A MINHA ALEGRIA, MEU ENTUSIASMO, A VONTADE GUERREIRA DE DESBRAVAR HORIZONTES?.
OS SORRISOS VIBRAVAM GARGALHADAS INTEMPESTIVAS, POR UM QUASE NADA. HOJE, OS LÁBIOS PO

Ver mais

A imagem pode conter: céu, árvore, atividades ao ar livre e natureza